Corte de prédio no Bairro Alto, Lisboa

Reabilitação de Prédio

Ficha Técnica do Projecto

Arquiteto Responsável: Helder Pereira Coelhoo
Arquitetos: Miguel Meira
Função: Habitacional / Turística
Localização: Bairro Alto, Lisboa, Portugal
Fotografias: Architecture Tote Ser
Cliente: Investidor Privado Estrangeiro

Os apartamentos da Rua dos Mouros inserem-se no Bairro Alto, na zona típica da cidade de Lisboa de ruas estreitas e empedradas, adjacente às zonas do Carmo e do Chiado com casas seculares e pequeno comércio tradicional.

Servidos por uma excelente rede de acessibilidades e um diversificado conjunto de transportes públicos, estes apartamentos inserem-se numa das zonas mais conhecidas da noite lisboeta, com inúmeros bares e restaurantes a par das casas de fado. Nos últimos anos adquiriu uma vida muito própria e característica onde se cruzam diferentes gerações na procura de divertimento noturno.

Muitos dos prédios nesta zona da cidade foram e ainda estão a ser recuperados, mantendo sempre a traça original dos mesmos. Estas reabilitações e recuperaçães vieram permitir a instalação de novos e alternativos espaços comerciais, encontrando-se desde lojas multimarca a ateliers. Aos poucos verifica-se também que o Bairro Alto passou a ser procurado como um lugar para viver, estando a sua população a ser renovada e rejuvenescida.

É neste ambiente burlesco e intelectual que encontramos o edifício da Rua dos Mouros. Edifício onde se encontra o compromisso entre a história, a sofisticação e modernização da reabilitação e dos acabamentos.

O projeto consistiu na reabilitação do edifício pelo todo, convertendo-o para arrendamento de habitação com tipologias T0 dando primazia à funcionalidade e ao design simples e contemporâneo. Através da modernização o espaço e mantendo a traça original do edifício foi possível valorizar todo o edifício e também a rua, através da uniformização da mesma em termos de cérceas já que o projeto acrescentou mais um piso.

Para tal a cobertura existente foi desmontada (telhas, calhas e abas, trapeiras, ripas, varedo e forro) assim como a estrutura que a suporta com todos os seus elementos (pau de fileira, madres, frechais, rincões e escoramentos) sendo substituída por o novo piso em estrutura metálica de aço leve (com reforços estruturais entre pisos) e a nova cobertura em aço leve, de modo a não pesar sobre a estrutura existente.

Ao nível do exterior procedeu-se à limpeza de todas as cantarias com areia de sílica, ao tratamento e restauro de juntas e à colocação de dois novos conjuntos de cantarias semelhantes aos existentes no novo piso construído. Colocaram-se guardas em estrutura metálica tubular na varanda do piso acrescentado com metalização e pintura a tinta de esmalte.

Os rebocos existentes foram removidos e colocados novos com massa RHP médio com colocação de rede em fibra de vidro na fase intermédia do enchimento e posteriormente colocadas massas com acabamento estanhado, sendo pintadas com demãos de tinta de água e selante primário. Foi efectuada a reparação de todos os vãos de madeira pelo processo tradicional da queima e preparados para pinturas a tinta de esmalte.

Ao nível do interior as paredes foram picadas, inclusive no vão de escadas, tratadas e pintadas assim como os tetos. A escada em madeira foi capeada e os degraus e patins afagados, com betumagem de juntas e colocação de verniz encerado. Também o corrimão foi decapado e pintado com tinta de esmalte. As portas dos patamares foram tratadas e pintadas. Todo o edifício foi dotado de instalações técnicas novas.

Nos interiores dos apartamentos procedeu-se à reparação geral das paredes a estuque e modelação estrutural a pladur de tetos e respetivas pinturas. As kitchenettes e instalações sanitárias, totalmente equipadas, foram revestidas no pavimento a cerâmico wengué e as paredes das instalações sanitárias em pedra.

O edifício da Rua dos Mouros é o exemplo de um projeto total de reabilitação que oferece todo o conforto e funcionalidade de uma construção nova aliado à singularidade e preservação do património.

A excelente localização, a qualidade de construção, a funcionalidade e a modernidade dos acabamentos, assim como o cuidado nos pormenores, valorizam o imóvel e todo o investimento.

Este projeto foi nomeado para os Prémios Nacionais de Reabilitação Urbana para a categoria de Melhor Intervenção de Uso Residencial 2013.